Home » Informações » A Parada LGBT 2017 acabou, que continuem as lutas pelos direitos!

A Parada LGBT 2017 acabou, que continuem as lutas pelos direitos!

A Parada do Orgulho LGBT São Paulo de 2017 e todas as ações do final de semana de 15 a 18 de Junho 2017 infelizmente acabaram, você pode conferir tudo o que rolou no site da APOLGBT.

Entretanto, vamos manter em nossas cabeças e divulgar algumas informações importantes que devem permanecer em nossas cabeças todos os dias do ano!

Em São Paulo, a lei 10.948 de 2001 proíbe e penaliza a discriminação por identidade de gênero e orientação sexual.

O QUE É LGBTFOBIA?

É o medo, a aversão ou o ódio irracional contra a população LGBT. É a principal causa de discriminação e resulta na violência física, moral ou simbólica contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais e homens trans.

Denunciar a violencia motivada por LGBTfobia é um grande passo para uma sociedade que respeita a diversidade:

  • Se você foi vítima de intolerância, verifique se as pessoas que presenciaram o ato aceitam ser testemunhas.
  • Anote nomes e telefones para contatos futuros.
  • Informe-se sobre como fazer a denuncia no tel (11) 3241-4997 ou no diversidadesexual@sp.gov.br

Estão sujeitas a punições quaisquer pessoas e todas as organizações publicas ou privadas.

Seguem abaixo alguns contatos importantes!!!

COORDENAÇÃO DE POLITICAS PÚBLICAS PARA A DIVERSIDADE SEXUAL

Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania – R. Antonio Godói, 122 – 11 andar – sala 118 São Paulo-SP

Tel: (11) 3241-4997 / diversidadesexual@sp.gov.br

NÚCLEO ESPECIALIZADO DE DEFESA DA DIVERSIDADE E IGUALDADE RACIAL

Defensoria Pública do Estado de SP – R. Boa Vista, 103 – 1 andar – Centro – São Paulo-SP

Tel: (11) 3101-0155 (ramais 137 e 249) / nucleo.discriminacao@defensoria.sp.def.br

DELEGACIA DE CRIMES RACIAIS E DELITOS DE INTOLERÂNCIA (DECRADI)

Secretaria de Segurança Pública – R. Brigadeiro Tobias, 527 – 3 andar – Luz – São Paulo-SP

Tels: (11) 3311-3555 / 3311-3556 / decradi@policiacivil.sp.gov.br

Se for vítima de LGBTfobia, faça um boletim de ocorrência na delegacia.

No caso de crimes contra a honra (injúria, calúnia, difamação e ameaça), o boletim também pode ser feito pela internet: www.ssp.sp.gov.br/bo

DIVULGUEM! SEM VOZ NÃO HÁ AÇÃO!

fonte: Governo do Estado de SP

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *