Home » Notícias » Transexual e a PUC-Rio

Transexual e a PUC-Rio

cleo

Pela primeira vez, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro reconheceu o nome de sua aluna Cléo Oliveira nos registros acadêmicos.

Cléo cursa atualmente o sétimo período do curso de Serviço Social da instituição. Entrou na universidade em 2011 e desde então vinha em sua luta para ter seu nome reconhecido nos registros. Conta que várias vezes seu pedido foi negado até a atual aprovação.

Vale lembrar que o direito de Cléo está na Resolução nº 12 do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoções de Direitos de Lésbicas, Gays, Travestis e Transexuais (CNCD/LGBT) e garante: “pelas instituições e redes de ensino, em todos os níveis e modalidades, o reconhecimento e adoção do nome social àqueles e àquelas cuja identificação civil não reflita adequadamente sua identidade de gênero”.

Cléo também aguarda na justiça a retificação de seu nome, que vem usando desde seus 16 anos (atualmente tem 34).

“Essa troca é importante para o meu reconhecimento e, até mesmo, para eu ter uma melhor interação social mesmo. Só falta a PUC alterar a minha carteirinha agora”

O uso de seu nome correto nos registros da universidade é o primeiro passo para o reconhecimento civil de Cléo e muitos outros homens, mulheres trans e travestis que ainda passar por situações de preconceito e dificuldades sociais como arranjar empregos devido à não conformidade entre o registro civil e o nome escolhido.

Adaptado de: g1.com.br, por Daniel Siveira em 12/05/2015. Confira a matéria na íntegra aqui.

registrrocleogood seo servicesкупить видеорегистратор дешевоmexx духи мужские ценаDH 1 DiamondCombinaison sexyкилиманджаро стоимость тураcar cover nissan micraкамера с датчиком движенияbuy seo services onlineциклевка паркета своими руками

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *