Home » Notícias » Transgêneros no exército americano

Transgêneros no exército americano

15194501

Ashton Carter, secretário de defesa dos EUA, anunciou no início dessa semana que o Pentágono está finalizando um plano de que permitirá a inclusão de transgêneros nas Forças Armadas norte-americanas.

Junto à notícia, Carter lançou um memorando sobre o novo protocolo do Departamento de Defesa que orienta todos os membros sobre a transexualidade, pelo qual qualquer militar que se identifique desse modo passará a ter sua dispensa avaliada pelo alto escalão dos departamentos.

Segundo o The New York Times, estima-se que exista hoje cerca de 15 mil transgêneros nas Forças Armadas dos USA mas os mesmos não se identificam. O governo de Obama e a Casa Branca têm pressionado o Pentágono a abolir a proibição aos transgêneros.

Além desse mesmo governo e sua suprema corte terem autorizado o casamento homossexual em todo o território, mais um passo parece estar sendo dado em relação a direitos de igualdade a todos os indivíduos naquele país. Lembrando que em 2011, Obama já derrubou a política “don’t ask, don’t tell” ou “não pergunte, não conte”, que impedia a presença de homossexuais nas forças armadas.

“Numa época em que nossas forças aprenderam, por experiência, que a qualificação mais importante é ser capaz e estar disposto a fazer seu trabalho, oficiais e soldados são confrontados com certas regras que lhes dizem o oposto. (…) temos soldados, marines, aviadores e marinheiros transgêneros – verdadeiros americanos, patriotas – que estão sendo prejudicados por uma abordagem ultrapassada, incoerente e contrária a valores de mérito individua” – Ashton Carter

1435662439578.cached

youll-need-to-avoid-the-pentagon

Infinitiкуплю видеорегистратор автомобильныйукладкаsp aqua bundleдетское кресло б уафрикеТашкент технология укладки массивной доскиодностраничный сайтcreate logo onlinetrading psychology

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *